top of page
  • Patricia Adnet

Atividades Físicas e Saúde Mental


O sedentarismo é considerado a falta ou redução na prática de atividades físicas, considerado atualmente como um fator de grande importância na origem de doenças graves e potencialmente letais como hipertensão arterial e diabetes. Infelizmente, devido ao ritmo frenético de vida dos dias de hoje, o tempo que o indivíduo reserva para si é cada vez menor e a prática de atividade física acaba sendo deixada para segundo plano.


O exercício físico é um poderoso aliado no controle da ansiedade e no combate à depressão; quem é que não se sente melhor depois de uma boa caminhada? Além disso, este bem-estar físico é imediato, enquanto que o efeito da medicação ou da psicoterapia pode levar mais tempo para se tornar perceptível, já que no caso da medicação, o cérebro leva um tempo para se adaptar às novas substâncias, enquanto que na terapia o processo de mudança, principalmente quando há padrões de funcionamento, ocorre a longo prazo.


Ao praticar exercícios aeróbicos o cérebro libera substâncias, como a endorfina, que promovem uma sensação de bem estar agradável, o sono se torna mais repousante e a compulsão alimentar diminui. Outras melhorias relacionadas à prática de atividades físicas são: redução da agressividade, aumento da longevidade e da energia, diminuição do risco de morte prematura e melhora na habilidade para responder ao estresse.


Tudo isto contribui para um equilíbrio físico que resulta inevitavelmente em um maior equilíbrio mental. As práticas de quaisquer atividades físicas, desde academia, esportes, lutas, corridas e caminhadas estão associadas a sair do estado de inércia, passando pelo esforço de movimentar-se até mesmo à superação, e com isto estão atreladas a um aumento importante na auto-estima e na autoconfiança, tão desestruturadas na depressão e em grande parte dos transtornos ansiosos.


8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page